Politica

Marido de ministra das Finanças ameaça jornalista: ‘Vou-te aos c…’

O marido da ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, ameaçou bater num jornalista, deixando-lhe várias ameaças e insultos em vernáculo no telemóvel. 

As ameaças têm por base notícias do Diário Económico (DE) sobre a actividade política de Maria Luís. O autor das ameaças, António Albuquerque, é ex- editor no DE, tendo deixado de trabalhar no jornal em Abril de 2013. O ameaçado é Filipe Alves. O caso deverá acabar em tribunal: o jornalista apresentou esta semana queixa no DIAP, por injúrias e ameaças - conta a revista Sábado na sua edição online.

As ameaças por SMS incluem esta mensagem, enviada no passado dia 23 de Setembro: “Tu não sabes quem eu sou. Metes a minha mulher ao barulho e podes ter a certeza que vais parar ao hospital”. Filipe Alves respondeu, dizendo que ia apresentar queixa na PSP. Na réplica, o marido da ministra reforçou as ameaças: “Tira a minha mulher desta equação ou vou-te aos cornos”.

Na base das ameaças estava uma notícia de Alves sobre a venda do Novo Banco, um processo tutelado pelo ministério das Finanças.

Nas transcrições de mensagens feitas pela Sábado, há uma sequência, no dia anterior, em linguagem crua. “Vai para o car…  cab...” e ainda “vai para o cara…, seu m.....” ou “tu e o teu director são uns cab.... filhos da p...”. Foi esta a reacção de António Albuquerque, quando o jornalista do DE lhe comunicou que tinha dado conta à direcção do jornal das ameaças anteriores.          

A Sábado falou com Albuquerque que diz que não pedirá desculpas. “Não peço desculpa a supostos jornalistas, que não o são, e se movem para defender interesses económicos”, diz o marido da ministra à revista, admitindo que tem uma questão pessoal com Filipe Alves e o director do jornal (com quem trabalhou), António Costa. O gabinete de Maria Luís, por seu turno, instado a reagir pela Sábado, não o fez ainda.

António Albuquerque, depois de sair do DE, foi para a EDP. Com a notícia da sua contratação, porém, acabou por demitir-se.