Economia

Passagem de ano esgota hotéis e pacotes de viagens

Hotéis e pacotes de viagens para o réveillon estão praticamente esgotados. E este ano os portugueses que decidiram fazer férias na quadra festiva até estiveram disponíveis para pagar mais.
 

Para receber 2015, Madeira e Algarve continuam a ser os destinos preferidos em Portugal e estão cheios. Também na Serra da Estrela e na região do Douro se prevê lotação completa. Cabo Verde e Brasil destacam-se no estrangeiro, com algumas cidades europeias, a Disney Paris, Turquia, Marrocos e Dubai a registarem também procura.

«Os hotéis na Madeira estão cheios e no Algarve estão praticamente cheios», refere fonte oficial do grupo Pestana, indicando que, a poucos dias da passagem de ano, tem mais reservas do que em igual período de 2013. Mesmo que os preços tenham «subido ligeiramente». Portugueses e ingleses são os principais públicos.
Também nas Pousadas de Portugal as reservas estão 10% acima do ano passado. A ocupação ronda os 65%, sobretudo devido à procura nacional, de espanhóis, franceses e ingleses, segundo o administrador da rede, Miguel Velez.

No Porto Bay, outro grupo madeirense, os seis hotéis que tem na ilha estão sem quartos disponíveis, sobretudo devido à procura de hóspedes do Reino Unido, Alemanha, Escandinávia e França.
Já no Vila Galé, que este ano optou por aumentar o número de unidades onde fará festa de réveillon, os restaurantes estão praticamente esgotados. Na Ericeira e em Cascais já não há vagas. Nos hotéis que o grupo tem no Brasil, a adesão de portugueses foi uma surpresa. «Dos últimos cinco anos este é o melhor nas reservas de portugueses nos resorts Vila Galé Marés, no Cumbuco e no Cabo», indica o administrador Gonçalo Rebelo de Almeida. O gestor explica que houve também um aumento «ligeiro» nas diárias cobradas em Portugal.

Os estrangeiros - em particular espanhóis, italianos, franceses, brasileiros e norte-americanos - também estão a encher os hotéis que a rede Tivoli tem em Lisboa. «A prestação está acima de 2013», segundo o administrador Filipe Santiago, que espera «chegar aos 100% de ocupação». «As unidades do Algarve estão muito em linha com o ano passado. Se a meteorologia ajudar, contamos ter resultados um pouco acima de 2013, uma vez que muitas reservas são feitas de última hora», acrescenta, revelando que o preço médio subiu.
Vendas de viagem sobem 10%

«Para o réveillon, a taxa de ocupação já está acima dos 80%» nos hotéis Sana, confere o director-geral de vendas, Paulo Monge, com o mercado a nacional a sobressair. «Face a 2013, os preços para a época festiva aumentaram, mas a procura não diminuiu, registando-se um aumento bastante significativo», diz.
Também os agentes de viagens antecipavam um crescimento de 8% a 10% nas vendas de viagens para a passagem de ano, que incluem transporte e alojamento.

No início de Dezembro, o presidente da associação do sector, Pedro Costa Ferreira, indicava à Lusa que as operações para o exterior estavam «esgotadas na sua generalidade». E frisava que «em média os preços estão mais elevados que no ano passado». As principais redes de agências confirmaram ao SOL ter tido aumentos ligeiros nas vendas para o réveillon, comparativamente a 2013.

Segundo dados da Cetelem e da Nielsen divulgados recentemente, um em cada dez portugueses tencionava fazer férias fora do local de residência nesta quadra - principalmente para visitar familiares ou passear - com gastos estimados de 170 euros por pessoa. Em 2013, a mesma análise indicava que 49% dos inquiridos manifestava falta de disponibilidade financeira para viajar. Este ano, essa percentagem caiu para 33%.

ana.serafim@sol.pt