Sociedade

Violência doméstica motivou mortes em Amarante

Um septuagenário assassinou hoje de madrugada a mulher e suicidou-se, em Amarante, em mais um caso extremo de violência doméstica.


As mortes verificaram-se durante a madrugada de hoje, em Pidre, aldeia da freguesia de Mancelos, situada nos arredores de Amarante, no distrito do Porto.

O homem, de 70 anos, terá esfaqueado a mulher, de 68 anos, enquanto esta dormia, na residência do casal, após o que saiu de casa e fechou-se numa arrecadação anexa, onde acabaria por suicidar-se por enforcamento.

O caso foi descoberto pelos vizinhos do casal, que chamaram os Bombeiros Voluntários de Amarante. Segundo o SOL apurou junto da vizinhança, as discussões entre ambos já eram habituais, mas nada fazia antever o trágico desfecho, segundo referiu um antigo emigrante em França.

A GNR de Amarante encontra-se nas imediações da residência, onde esteve uma equipa de cena do crime e outra da Brigada de Homicídios da Polícia Judiciária do Porto. Os cadáveres serão autopsiados amanhã no Gabinete Médico-Legal de Penafiel na presença de inspectores da PJ.