Cultura

Morreu a escritora australiana Colleen McCullough

A escritora australiana Colleen McCullough, autora do romance de sucesso "Pássaros feridos" e que escreveu romances históricos sobre Roma antiga, morreu hoje aos 77 anos na ilha de Norfork, Austrália, revelou a imprensa local.


Colleen McCullough estava doente há vários anos - padecia de cegueira e artrite -, mas mantinha o ofício da escrita, ditando para terceiros. Em 2013 tinha editado o romance "Agridoce" e estava actualmente a trabalhar numa sequela.

 

Nascida em Wellington, de mãe neozelandesa e pai irlandês, Colleen McCulllough estudou medicina e dedicou dez anos de vida à investigação científica em neurociência na Austrália e nos Estados Unidos, país onde viria a estrear-se na literatura, em 1974 com "Tim".

 

O reconhecimento internacional só surgiria em 1977 com "Pássaros Feridos", um romance que vendeu cerca de 30 milhões de cópias em todo o mundo e acabou por ser adaptado para uma série televisiva, protagonizada por Richard Chamberlain e Rachel Ward.

 

A par de "Pássaros feridos", de Colleen McCullough estão publicados vários títulos em Portugal, nomeadamente "A independência de uma mulher" - no qual recupera uma personagem criada por Jane Austen -, "Crueldade a nu", "Uma obsessão indecente", "A casa dos anjos", além da série de romances históricos "Os senhores de Roma", que inclui os volumes "O primeiro homem de Roma", "César" ou "Os favoritos da fortuna".

Lusa/SOL