Sociedade

Mulher tentou fazer explodir a casa do ex-companheiro

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de uma mulher suspeita de ter aberto o gás do fogão da casa do companheiro, em Queluz, no concelho de Sintra, com o objectivo de provocar uma explosão.

De acordo com a PJ, o "crime de libertação de gases tóxicos ou asfixiantes" ocorreu em Agosto de 2014, "por motivos passionais", na sequência de uma discussão.

A detida terá entrado na casa do então companheiro, "onde abriu a totalidade dos bicos do gás do fogão ali existente, após o que abandonou o local, procurando dessa forma provocar uma acumulação de gás que provocasse a explosão do imóvel, situação que, a ocorrer, poderia ter provocado severos danos físicos e materiais nos moradores do prédio onde os factos ocorreram", referiu a PJ.

A detida será presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação.

Lusa/SOL