Sociedade

Urgência do Barreiro recusa assistir mulher que caiu à porta do hospital e manda chamar 112

O caso aconteceu no Hospital Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro. Uma mulher de 64 anos sofreu uma queda aparatosa na passada sexta-feira junto a uma rampa de acesso ao complexo daquela unidade saúde. Testemunhas no local deslocaram-se ao interior do hospital para pedir auxílio, mas este foi recusado e foi recomendado que chamassem o INEM, avança o Correio da Manhã.

A vítima ficou ferida com gravidade e acabou por ser socorrida por uma equipa dos Bombeiros Voluntários do Barreiro, que receberam o alerta às 22h10. O caso, confirmado ao CM pelos bombeiros, foi de tal forma grave que os socorristas procederam à “"entrada directa na reanimação" quando chegaram junto da vítima.

As imagens deste caso à porta do hospital foram parar às redes sociais e gerou-se uma onda de indignação.

Fonte do hospital, com quem o CM falou, sublinhou que "o Centro Hospitalar Barreiro Montijo atende todos os utentes que se dirigem à Urgência, ou pelos próprios meios, ou transportados em ambulância" e que "fora do hospital ou na via pública" a responsabilidade de socorro é do 112. A mesma fonte diz também desconhecer este caso concreto.