Sociedade

Sócrates. Mais uma derrota na Relação de Lisboa

O Tribunal da Relação de Lisboa voltou a negar um recurso José Sócrates, em que se pedia a libertação do ex-governante. Segundo o Sol apurou o acórdão dos juízes Guilherme Castanheira e Fernando Estrela refere que não foi dado “provimento” ao recurso apresentado pelos advogados João Araújo e Pedro Delille, uma vez que a prisão preventiva decretada por Carlos Alexandre se encontra devidamente fundamentada.

Neste segundo recurso apresentado para a Relação, a defesa do ex-primeiro-ministro arguia ainda algumas outras nulidades, por considerarem terem existido inconstitucionalidades, mas os magistrados consideraram que tais matérias não são sequer recorríveis.

Apesar de ser o segundo recurso sobre a prisão preventiva a ser negado, José Sócrates viu já um outro recurso ser negado nesta instância em Junho: Em causa estava a contestação da especial complexidade do processo. O recurso negado, ainda que tenha contado com um voto vencido do juiz José Reis.

carlos.santos@sol.pt

felicia.cabrita@sol.pt