Economia

Chineses da Anbang vencem corrida ao Novo Banco

O grupo chinês Anbang foi escolhido pelo Banco de Portugal (BdP) para uma nova ronda de negociações exclusivas para a compra do Novo Banco, avança o Jornal de Negócios.


O jornal avança ainda que a norte-americana Apollo continua ‘em jogo’ para uma segunda ronda de negociações, caso as conversações com a Anbang não sejam bem-sucedidas.

Contactado pelo SOL, o BdP não comenta a notícia do Negócios. Ao que o SOL apurou junto de fontes do mercado, a decisão final não está tomada - o vencedor só deverá ser conhecido nas próximas semanas - e os candidatos não foram ainda notificados de qualquer evolução no processo. 

O caderno de encargos da venda do Novo Banco prevê que o BdP possa negociar propostas vinculativas "em uma ou mais rondas sucessivas".

O Negócios escreve que a Fosun, que controla já a Fidelidade e a Luz Saúde, está afastada da corrida, mas esta informação não foi confirmada pelo SOL, já que as três propostas se mantêm válidas na actual fase do processo. 

 

em actualização

Os comentários estão desactivados.