LifeStyle

Os 12 países que tem (mesmo) de visitar

Gunnar Garfors fez aquilo que a grande maioria das pessoas sonha: visitou todos os países do mundo. Sim, todos os 198 antes de fazer 37 anos.

Parece difícil, mas (pelos vistos) não é impossível. O que também não é fácil é escolher aqueles de que mais gostou.

Ainda assim, o norueguês elegeu os 12 países que acha que as pessoas têm de visitar, pelo menos uma vez na vida. E porquê:

1. Roménia: “A Transilvânia, mais conhecida pelos seus castelos, pelas montanhas e, claro, pelo Drácula, vai deixá-lo maravilhado. Isto sem esquecer as festas na capital, Bucareste. E os romenos até sabem fazer ótima cerveja”;

2. Madagáscar: “As opções gourmet em Antananarivo são das melhores do mundo, até chegar a conta. Vai achar que se esqueceram de grande parte das coisas que pediu. A costa, os lémures e os baobás vão deslumbrá-lo”

3. Islândia: “Conheça esta ilha no meio do oceano Atlântico. Foi fustigada por ventos e ondas durante milhões de anos, e ainda lá está. Leve o seu equipamento de mergulho e aprecie os 40.º C de água natural, enquanto o seu cabelo ‘congela’ e fica coberto de neve. É surreal”;

4. Vietname: “A definição de cordialidade pode ser encontrada aqui. Só não se deixe 'stressar' pela pressa, a azáfama e o trânsito. Sente-se, peça uma bebida, relaxe e observe. E não se esqueça de ir a Delta do Rio Mekong [uma das oito regiões do país] e aos mercados flutuantes”;

5. Quirguistão: “Natureza incrível, mercados coloridos, e pessoas muito simpáticas. A não ser que achem que é um piloto norte-americano, que provavelmente vai fugir com raparigas bonitas. Leve um copo para beber uma das melhores vodkas do mundo”;

6. Quiribáti: “O paraíso é provavelmente aqui. Não há muito luxo, mas o marisco fantástico e a hospitalidade que vai receber por parte dos habitantes compensa, e muito.”;

7. Nova Zelândia: “Desfrute das praias brancas, pretas e douradas e de todo o tipo de desportos aquáticos que nem sequer sabia que existiam. Aventura-se fora da ‘civilização’. E é bom que tenha tempo, pois raramente há mais do que dois ou três aviões a chegar, por semana”;

8. Nicarágua: “Vai encontrar desportos aquáticos lendários, oportunidades de mergulho e uma natureza incrível”

9. Serra Leoa: “Este paraíso não está em nenhuma lista que as pessoas elaboram de ‘coisas a fazer antes de morrer’, e deve estar, caso esteja disposto a desafiar a sua zona de conforto. Irá encontrar à sua espera praias fantásticas, vilas idílicas e pessoas sorridentes. Mas não espere infraestruturas. ”;

10. Domínica: “Uma das menos conhecidas ilhas das Caraíbas merece mesmo ser mais visitada. Claro que isso vai fazer com que o charme dos vulcões, o Boiling Lake, as praias escondidas e a floresta tropical desapareçam. Esqueça o que disse, de qualquer maneira os dois pequenos aeroportos só recebem aviões a hélice”

11. Noruega: “Sim sim, chamem-me parcial, mas se não viram a costa oeste ou o norte da Noruega, não fazem ideia do quão maravilhosa é a paisagem. As montanhas, os fiordes, as quedas de água, os glaciares, as pequenas vilas, o sol da meia-noite vão deixá-lo sem palavras. E já falei da Aurora Boreal? Vá, ou vai arrepender-se para sempre”.

12. Uruguai: “É o segundo país mais pequeno da América do Sul. É pouco conhecido, nem sei bem porquê. Alguém se deve ter esquecido de avisar sobre este país calmo e relaxado, mas com pessoas muito animadas”.