Sociedade

Dois arguidos na Casa do Gaiato

Polícia Judiciária constituiu dois arguidos, um dirigente e um padre da Casa do Gaiato, depois de várias buscas a Instituições Particulares de Solidariedade Social por suspeitas de gestão danosa. 

Segundo o comunicado, os suspeitos ter-se-ão apoderado de dinheiro das instituições para adquirir bens de luxo.

Na operação da Judiciária, denominada Veritas, foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão na zona de Lisboa.