Sociedade

Vídeo de Joana Vasconcelos sobre refugiados suscita comentários sarcásticos no Facebook

Um vídeo colocado no Facebook da RTP está a gerar comentários muito críticos. 

Questionada sobre o que levaria se fosse forçada a fugir de casa, a artista plástica Joana Vasconcelos enumera: “O meu caderno, para fazer desenhos; o meu iPad, para ter toda a informação e as fotografias; levava os meus fones, para ouvir música; os meus lápis, para fazer os desenhos; os meus óculos de sol; todas as minhas joias portuguesas; levava as lãs e a agulha, para qualquer eventualidade; e o meu iPhone, para comunicar com o mundo”.

O que levava?#esefosseeu

Publicado por RTP em Quinta-feira, 7 de Abril de 2016

“Vergonha” é uma palavra recorrente nos comentários dos internautas a este vídeo. Outros ironizam, questionando-se se Joana Vasconcelos vai comer as lãs ou as joias, ou como vai carregar os aparelhos eletrónicos, visto que não refere, entre os bens que levaria, um carregador.

O vídeo inscreve-se na iniciativa "E se fosse eu?", em que várias personalidades são desafiadas a por-se na pele dos refugiados e a dizer o que levariam consigo que coubesse numa mochila, caso se vissem obrigadas a abandonar o lar. Figuras como Marcelo Rebelo de Sousa, Sérgio Godinho, Catarina Furtado ou Nuno Markl também já contribuíram para a campanha de sensibilização com o seu testemunho.