Vida

Testemunho de menino de sete anos ajuda a condenar a mãe a prisão perpétua

O novo episódio do programa ‘Killer Women’ deixou o Reino Unido perplexo. Isto porque foi no último episódio que os espetadores viram o menino AJ a dizer que viu a mãe afogar a irmã numa piscina.

O caso ocorreu em 2008 e, segundo o testemunho de AJ, Amanda Lewis, uma norte-americana de 35 anos, matou a sua filha Adrianna, na altura com sete anos, numa piscina à frente do irmão.

No episódio, vê-se o menino a explicar ao procurador os desenhos que fez. “Esta é a minha mãe a matar a minha irmã”, afirma. Também os testemunhos dos pais de Amanda foram determinantes para a condenação, já que afirmaram que a filha maltratava os netos.

Apesar de ter passado no teste do polígrafo, o depoimento de AJ foi decisivo para que Amanda fosse condenada a prisão perpétua. Nas redes sociais, há quem acredite no testemunho da criança, enquanto outros põem em causa a veracidade das afirmações.

Amanda continua a dizer que está inocente e que a morte de Adrianna foi um acidente.