Sociedade

As máquinas de vending sem doces e o ministro a comer maltesers

“Numa audição de seis horas, uma pessoa precisa de repor energias.” Foi desta forma que o ministro da Saúde respondeu ontem ao facto de ter sido apanhado a comer maltesers na audição em que a primeira novidade que deu aos deputados foi que o SNS iria “dar o exemplo” e retirar alimentos prejudiciais para a saúde das máquinas de venda automática dos hospitais e centros de saúde. O ministro disse que não está em causa proibir ninguém de comer chocolates, uma vez que “toda a gente deve comer um pouco de tudo.” Mas Adalberto Campos Fernandes reiterou que o SNS deve apresentar alternativas saudáveis.


A contradição levou o deputado social-democrata Duarte Marques a publicar no Facebook uma fotografia do ministro e dos chocolates, isto enquanto decorria a audição. Houve um intervalo de 15 minutos e, no regresso, a tutela trouxe um prato com maçãs, que o presidente da comissão de saúde esclareceu serem, além de saudáveis, maçãs portuguesas da zona Oeste. Duarte Marques voltou ao assunto no Facebook e elogiou o sentido de humor do ministro.“É justo dizer que o governo mudou de posição e após o intervalo o Ministro da Saúde trouxe fruta da boa. Bem melhor agora. Mais uma vez o escrutínio parlamentar, literalmente, dá os seus frutos.”

O ministro informou que a orientação aos serviços para reverem o conteúdo das máquinas de vending será feita nos próximos dias. Questionado pelo i, o ministério disse que ainda não existe uma lista dos alimentos que vão ser banidos. O anúncio surgiu depois de a tutela ser questionada sobre o que tenciona fazer para combater obesidade e o consumo excessivo de sal e açúcar.