Sociedade

Casal que distribuiu águas na A1 tem 14 processos-crime

O “casal-herói” tem vários processos-crime pendentes.

Paulo Pereira está indiciado por crimes de burla, recetação e violência doméstica, escreve o Correio da Manhã.

De acordo com o jornal, Paulo é suspeito em 14 processos. Em 2015, a mulher, Lucinda Borges, tinha apresentado queixa por violência doméstica, no entanto o caso foi arquivado.

O CM diz ainda que a população de Avanca, de onde o casal é natural, vê Paulo Pereira como uma pessoa “pouco séria” e cujos apelos à solidariedade não passam de “uma forma de enganar as pessoas”.

O casal ficou conhecido por distribuir garrafas de água às pessoas que ficaram presas na A1, em Albergaria-a-Velha, devido a um incêndio em agosto do ano passado.