Politica

Deputada acusa Gentil Martins de violar a deontologia médica

Isabel Moreira, deputada do Partido Socialista, criticou assertivamente a recente entrevista do médico veterano

Para Isabel Moreira, "chega!". 

A propósito da recente entrevista do Gentil Martins ao Expresso, a deputa do Partido Socialista acusou o entevistado de violar "a deontologia médica" com "consequências negativas" e "graves". 

Gentil Martins, de 87 anos, considerou a homossexualidade "uma anomalia" e um "desvio de personalidade", comparando a homossexualidade ao sadomasoquismo e a "pessoas que se mutilam", causando polémica nacional. 

Moreira adianta ser urgente uma "denúncia à Ordem dos Médicos" de modo a que as declarações não passem "como se nada fosse". 

Além das referências à homossexualidade, Gentil Martins considerou o futebolista um "estupor moral".