Sociedade

Águas de Portugal esclarecem gastos com viaturas

O grupo Águas de Portugal (AdP) reagiu em comunicado às notícias que dão conta de uma frota de centenas de viaturas de luxo ao serviço dos quadros da companhia

em comunicado, o grupo adp esclarece que a companhia pública é constituída por 42 empresas e emprega cerca de 5.300 trabalhadores «que exercem funções em praticamente todo o país, do norte ao sul», justificando assim o volume de viaturas ao seu dispor. o grupo conta com 1.190 viaturas de serviço, das quais 388 são automóveis atribuídos a administradores e quadros directivos.

a adp nega no entanto que 34 viaturas alugadas no primeiro semestre de 2010 sejam automóveis de luxo, como noticiava esta quinta-feira o correio da manhã, que indicava o aluguer de carros das marcas bmw, citroën e renault.

o diário afirma que existe uma frota de cerca de 400 carros de alta cilindrada ao serviço de médios e altos quadros da empresa pública, e que os gastos mensais em combustível chegam a milhares de euros por viatura. o jornal adianta que os automóveis são também utilizados pelos colaborados para fins pessoais.

«o grupo adp pauta-se pela gestão no sentido da eficiência e da minimização dos custos e tem feito um intenso esforço nesse sentido. no que diz respeito aos custos com o aluguer de viaturas, é objectivo do grupo diminuir em 30% os custos unitários com viaturas nos próximos 3 anos», é respondido em comunicado.

«as viaturas de serviço da empresa são contratadas em regime de aluguer operacional de viaturas, ou seja as viaturas não são compradas mas alugadas por um determinado prazo, de acordo com a perspectiva de utilização», esclarece.

esta quinta-feira, o cds-pp considerou «inaceitável» as práticas de aluguer de viaturas daquela empresa pública que, segundo recorda a deputada cecília meireles, «já ultrapassou» o limite de endividamento estipulado pelo governo para este ano.

sol