Desporto

Liga alargada de 16 para 18 clubes em 2014/15

O Conselho de Presidentes aprovou, esta quinta-feira, o alargamento da Liga de 16 para 18 clubes para a época de 2014/15. A decisão foi tomada na sede da Liga, no Porto, e foi viabilizada com 43 votos a favor, tendo em vista a reintegração do Boavista nos escalões profissionais de futebol.

os clubes já tinham aprovado o alargamento para 18 equipas, no mês de abril, mas a proposta acabou por não ter o aval da federação portuguesa de futebol, ficando em stand-by.

com o regresso do boavista aos principais relvados portugueses, a partir de 2014/2015, a competição passa a ter mais dois emblemas em relação ao formato actualmente em vigor. e a liga passa a ter 34 jornadas, disputadas a duas voltas.

novos modelos competitivos chumbados

a assembleia geral da liga de clubes decidiu também rejeitar a proposta de reformulção dos quadros competitivos, que deveria ter lugar na próxima época, mantendo o actual formato do campeonato.

a intenção da direção da liga - criar um modelo alternativo que dividia as equipas em dois grupos, em campeonatos paralelos - esbarrou em 13 dos 16 clubes da 1.ª liga que votaram contra.

taça da liga é para continuar

a direcção da liga de clubes, presidida por mário figueiredo, também viu esta quinta-feira ser chumbada pelos clubes, reunidos em assembleia-geral, a proposta que visava o fim da taça da liga, a partir de 2014/15.

no total, 33 emblemas votaram a favor, contra apenas sete que se mostraram contra a continuidade da prova no calendário do futebol nacional.

a taça da liga foi criada em 2007/2008 pelo presidente da liga fernando gomes, que ocupava o cargo na altura, e o próprio mário figueiredo. este pretendia agora extingui-la, por entender que a criação das equipas secundárias (b) e o alargamento da 2.ª liga tinham preenchido as lacunas existentes.

hugo.alegre@sol.pt