artecontemporânea

Noronha da Costa. O pintor que arrancou do mar o seu fantasma

Diogo Vaz Pinto