artederua

«Não há machado que corte a raiz ao pensamento»

Maria Eugénia Leitão