constantinosakellarides

Constantino Sakellarides: ‘Não se pode governar com este primitivismo. Nem uma mercearia se consegue gerir assim’

Marta F. Reis