declaracaouniversaldosdireitoshumanosdasnacoesunidas

Noruega pede desculpa às ‘raparigas alemãs’ da Segunda Guerra Mundial

SOL