emmanuelmacron

Presidente francês condena "ataque hediondo" à comunidade curda no "coração de Paris"

Redação