estadoislâmico

12 anos de cadeia. “O tribunal não lhe perdoa”, disse juiz a terrorista

Carlos Diogo Santos,