partida

José Gardeazabal. Penélope: esperar sempre também cansa

Teresa Carvalho