perdoes

Trump concede perdões presidenciais

Hugo Geada