ruinas


Juan Gabriel Vásquez. “É imoral um romance que não acrescente nada ao conhecimento do ser humano”

Diogo Vaz Pinto,