sindicato



CHLN não está a fazer o "pagamento de horas extraordinárias a médicos especialistas no serviço de urgência", denuncia sindicato

SOL