tecnicos

Enfarte. "Há técnicos formados, mas que depois não têm equipamentos nem fármacos para poder atuar"

Redação