carlos-brito


  • ‘Falta confiança ao PCP em si próprio’

    Carlos Brito recebe-nos na Biblioteca Municipal de Alcoutim. Por coincidência, fica sentado em frente a uma estante onde há dois exemplares do seu polémico livro Álvaro Cunhal – Sete Fôlegos do Combatente. Membro do Partido Comunista desde 1954, passou a integrar a direcção central em 1967, foi líder parlamentar durante 15 anos e director do…

    ‘Falta confiança ao PCP em si próprio’