Al-Qaida no Magrebe Islâmico e Al Murabitun reivindicam ataque terrorista no Mali

Os grupos terroristas Al-Qaida no Magrebe Islâmico (AQMI) e Al Murabitun reivindicaram o “ataque conjunto” de hoje contra um hotel da capital do Mali, Bamako, que provocou pelo menos 18 mortos e vários feridos.

Al-Qaida no Magrebe Islâmico e Al Murabitun reivindicam ataque terrorista no Mali

A reivindicação do ataque foi feita numa declaração por telefone à agência de notícias privada da Mauritânia Al Ajbar, considerada bem relacionada com grupos 'jihadistas' da região do Sahel, em que os dois grupos afirmam que realizaram o ataque contra o hotel de luxo Radisson Blu numa ação conjunta.

Esta é a primeira vez que as duas organizações 'jihadistas' declaram ter operações conjuntas.  

O Al Murabitun, liderado pelo argelino Mokhtar Belmokhtar, é um dos grupos mais ativos na região do Sahel.

Lusa/SOL