Tempestade Dorian: Porto Rico e República Dominicana emitem alerta de furacão

O Governo dominicano emitiu uma declaração onde proibiu a partida dos navios de qualquer porto do país, idas às aguas do mar e rios, a realização de desportos aquáticos e atividades recreativas nas montanhas. 

Tempestade Dorian: Porto Rico e República Dominicana emitem alerta de furacão

Em Porto Rico, as escolas estão fechadas esta quarta-feira, depois de ter sido emitido um alerta sob a passagem da tempestade Dorian pelo território e ainda um alerta sobre a possibilidade da passagem de um furacão. "Furacão ou não, Dorian vai atacar Porto Rico com chuva forte e ventos fortes, e não vai demorar muito para causar problemas nas infra-estruturas da ilha", disse o meteorologista da CNN, Chad Myers.

A governadora Wanda Vázquez Garced declarou na segunda-feira o estado de emergência no país e pediu que as pessoas se preparem para a tempestade."Para os cidadãos que ainda não têm telhados seguros, teremos abrigos", disse Vázquez no Twitter.

Cerca de 360 ​​abrigos estão disponíveis em toda a ilha para uma capacidade de 48.500 pessoas, informou a conta oficial do governo no Twitter, esta segunda-feira. E cerca de 70 hospitais foram preparados para lidar com emergências, disseram as autoridades.

Recorde-se que Porto Rico foi atingido pela tempestade Maria, em 2017, que devastou o território. A ilha ainda não se encontra completamente recuperada e muitos habitantes continuam a viver em casas semi-destruídas, sem telhado e sem condições. 

A República Dominicana também emitiu um alerta de furacão devido à tempestade tropical Dorian, que já entrou nas Caraíbas. É esperado que a tempestado atinja a ilha de São Domingos e o Haiti entre quarta-feira à noite e quinta-feira, com ventos de pelo menos 120km/hm. 

O alerta para o furacão foi emitido pelo Gabinete Nacional de Meteorologia em Samaná, no nordeste, e na ilha de Saona, no sudeste. Também foram emitidos alertas de vento, entre Samaná e Puero Plaza e entre a ilha de Saona e Punta Palenque, na província de San Cristóbal. 

O Governo dominicano emitiu uma declaração onde proibiu a partida dos navios de qualquer porto do país, idas às aguas do mar e rios, a realização de desportos aquáticos e atividades recreativas nas montanhas. 

No fim de semana, espera-se que Dorian se mude para as Bahamas e possivelmente para as regiões do sudeste dos Estados Unidos como um furacão de categoria 1. As previsões mostram Dorian a aproximar-se da península da Flórida na noite de sábado, no entanto, é muito cedo para prever a situação meteorológica.