Economia

Bulldog Gin prevê mais do que duplicar vendas em Portugal

Portugal tornou-se em quatro anos no segundo maior mercado mundial da marca norte-americana de gin 'ultra premium' Bulldog que, em 2014, prevê mais do que duplicar as vendas no país, para 1,5 a dois milhões de euros.

Em entrevista à agência Lusa, a 'country manager' (responsável) da Bulldog Gin para Portugal adiantou que os objectivos da marca - criada e gerida pelo ex-banqueiro de Wall Street Anshuman Vohra, de origem indiana - passam por vender 80 a 110 mil garrafas no país em 2014, equivalentes a um volume de negócios de 1,5 a dois milhões de euros, mais do que duplicando as 37 mil garrafas, no valor aproximado de 650 mil euros, comercializadas em 2013.

"No ano passado ultrapassamos largamente o objectivo que traçámos e a meta das 80 mil garrafas é também previdente e totalmente alcançável", sustentou Inês Machado.

Assim, adiantou, se em 2013 a Bulldog se destacou como a segunda marca mais vendidas no segmento de gin 'ultra premium' em Portugal, o objectivo para este ano é "vir a ocupar o primeiro lugar".

Contudo, a responsável ressalvou que, muito além do volume vendido, correspondente a 6,5% das vendas totais, Portugal "é um mercado muito importante para a Bulldog em termos estratégicos, porque é o mais antigo do portefólio da marca [que está presente no país desde 2010] e um exemplo de boas práticas para outros mercados".

"O mercado português é muito atractivo. Portugal está entre os países que começaram a despertar para o facto de um gin tónico não ser apenas gin, água tónica e limão", afirmou Inês Machado à Lusa.

Reclamando possuir uma "fórmula única" que contém "três elementos botânicos exclusivos no mundo - papoila, olho de dragão e flor de lótus", o Bulldog Gin é "quatro vezes destilado, três vezes filtrado e engarrafado artesanalmente" na "destilaria mais antiga do mundo", em Inglaterra, sendo descrito como "um gin menos seco e mais suave do que os tradicionais", com "um sabor muito floral na boca e um final límpido que o torna ideal para 'cocktails'".

Em 2014 foram já vendidas 1,2 milhões de garrafas de Bulldog Gin em mais de 40 países, tendo, no ano passado, a Península Ibérica representado 60% das vendas.

Espanha destacou-se como o principal mercado da Bulldog, seguida de Portugal, Escandinávia, Colômbia e Reino Unido.

De acordo com a 'country manager', "a marca é americana, mas só este ano está a conseguir fazer números na América", após ter fechado no ano passado um contrato de distribuição mundial até 2020 com a Campari Group.

Actualmente, o 6.º maior grupo de bebidas do mundo, a Campari passou a estar responsável pela distribuição mundial da Bulldog, com excepção de alguns mercados, entre os quais Portugal.

No âmbito deste contrato, que permitirá à Bulldog Gin "aumentar exponencialmente" as vendas este ano nos EUA, em 2020 a Campari poderá exercer o direito de compra da Bulldog Gin.

Também esperadas na sequência deste contrato, acrescentou Inês Machado, são "grandes vendas" da marca 'ultra premium' de gin na área do 'duty free', já que este mercado é gerido em todo mundo pela Campari.

Na mira da Bulldog está ainda o alargamento das vendas para países como El Salvador, Peru, Panamá, Turquia, Vietname e Quénia.

Lusa/SOL