Economia

Portugal emite dívida até 1.000 milhões de euros

Portugal espera hoje colocar no mercado dívida a três e 12 meses até 1.000 milhões de euros, através de dois leilões de Bilhetes do Tesouro, segundo informação do Instituto de Gestão do Crédito Público (IGCP).

A agência que gere a dívida pública portuguesa realiza hoje dois leilões de Bilhetes do Tesouro com maturidades em 21 de Novembro deste ano e 21 de Agosto do próximo ano, com um montante indicativo global que oscila entre os 750 milhões e os 1.000 milhões de euros.

Esta é a primeira emissão de dívida com Cristina Casalinho a presidir o IGCP, depois de João Moreira Rato ter deixado a liderança da agência para assumir a administração financeira do Novo Banco, que assumiu os activos 'bons' que pertenciam ao Banco Espírito Santo (BES).

A última emissão de Bilhetes do Tesouro a três meses ocorreu em Junho deste ano, quando Portugal colocou 500 milhões de euros à taxa de juro média de 0,18%.

Já a última emissão a 12 meses realizou-se em Julho, tendo sido emitidos 850 milhões de euros a uma taxa de 0,453%.

Lusa/SOL