Economia

OPA/ES Saúde: Administração considera 'aceitável' preço oferecido pela Fidelidade

A administração da Espírito Santo Saúde (ESS) considera que a contrapartida contemplada na Oferta Pública de Aquisição (OPA) lançada pela seguradora Fidelidade é "aceitável", de acordo com um relatório hoje divulgado no supervisor do mercado.


"A contrapartida oferecida pela Oferente de 4,82 euros por acção afigura-se aceitável, uma vez que se enquadra nos critérios de valorização do mercado analisados", lê-se no relatório do Conselho de Administração sobre a oportunidade e condições da oferta da Fidelidade.

Entre os critérios mencionados em termos da contrapartida estão o preço da Operação Pública de Venda (OPV), o desempenho da acção desde a estreia em bolsa, os múltiplos de congéneres cotadas e transacções comparáveis, a evolução das perspectivas dos analistas e o potencial de criação de valor resultante da aquisição, segundo o documento disponibilizado através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Lusa/SOL