Economia

Supervisor irá validar ‘rating’ de crédito atribuído pela banca a clientes

O banco central português irá lançar «uma base de dados granular sobre crédito» e um Portal de Estatísticas em 2015.

O plano de actividades estatísticas do banco central português para o próximo ano já é conhecido. O documento contempla os objectivos operacionais do planeamento estratégico do Banco para o período 2014-2016. Entretanto, Carlos Costa, governador do Banco de Portugal (BdP), saberá nos próximos meses se será reconduzido no cargo. O seu mandato expira em Maio.

Um dos objectivos identificados no Plano de Actividades prende-se o desenvolvimento de um Sistema Interno de Avaliação de Crédito, para o qual o recurso a micro-dados geridos pelo Departamento de Estatística será determinante.

O Sistema Interno de Avaliação de Crédito (SIAC) irá permitir apoiar funções como: «a realização de operações de avaliação de crédito no âmbito da política monetária, a validação pelo Banco de Portugal, enquanto entidade supervisora, dos sistemas internos de notação das instituições de crédito, a análise e o acompanhamento do risco de crédito, em particular das sociedades não financeiras, com utilidade para a estabilidade financeira, a realização de estudos económicos sobre o financiamento da economia e o funcionamento da transmissão da política monetária, ou a compilação de estatísticas».

Todas as instituições de crédito têm sistemas internos de notação que, na prática, servem para atribuir uma classificação aos clientes em função do seu perfil de risco e, em última instância, são determinantes para a aprovação ou rejeição da concessão de um empréstimo. Os bancos analisam vários indicadores como, por exemplo, a existência de incidentes e incumprimentos, penhoras ou dívidas ao fisco, limites de exposição ao crédito, garantias reais (financeiras ou não), entre outros requisitos.

O Banco de Portugal pretende, através do Sistema Interno de Avaliação de Crédito, validar os sistemas utilizados pela banca para «classificar» os clientes, sobretudo os empresariais, a partir do próximo ano.

Base «granular» sobre crédito

Outro dos projectos a lançar em 2015 tem em vista o reforço da utilização da informação estatística. Nesse domínio, o BdP lançará o projecto AnaCredit, ao nível do Sistema Europeu de Bancos Centrais. 

O «objectivo é a construção de uma base de dados granular sobre crédito, particularmente relevante nos domínios da supervisão, da política monetária, da estabilidade financeira, dos estudos económicos e da estatística», lê-se no documento. 

Portal das Estatísticas

Em 2015, o banco central português prevê lançar um Portal de Estatísticas. «Este projecto visa o desenvolvimento de um Portal Web para disponibilizar, de forma compreensiva e integrada, os conteúdos estatísticos disponibilizados pelo Banco de Portugal sobre a economia portuguesa, bem como a meta informação associada a outros conteúdos como notícias, avisos, publicações ou infografias», lê-se no plano de actividades para 2015.

Este Portal tem como objectivo fundamental disponibilizar novas soluções de acesso aos conteúdos estatísticos divulgados pelo BdP, que constituirá um dos principais instrumentos da estratégia de melhoria da acessibilidade das estatísticas.

O Banco de Portugal revela no mesmo documento que tem cerca de 80 colaboradores afectos ao Departamento de Estatística.

sandra.a.simoes@sol.pt