LifeStyle

Até carros BMW, Jaguar e Land Rover já estão à venda nos chineses Alibaba

Os fabricantes de automóveis BMW e Jaguar Land Rover assinaram hoje um aliança com o grupo chinês de comércio electrónico Alibaba, que protagonizou em Setembro a maior entrada em bolsa da História, para vender carros por internet na China.

Até carros BMW, Jaguar e Land Rover já estão à venda nos chineses Alibaba

Segundo um comunicado da empresa chinesa, citado pela Efe, os três parceiros assinaram na quarta-feira o acordo na capital económica da China, onde se realiza esta semana o Salão Automóvel de Xangai.

 

A filial para o sector automóvel do grupo chinês, a Alibaba Automotive, foi criada nos princípios deste mês com a intenção de reunir numa só entidade as suas operações. A isto somam-se as actividades de vendas de carros em TMall.com, o seu principal portal de empresas para consumidores, assim como de veículos usados em Taobao.com, e as suas plataformas de financiamento para a aquisição de carros.

 

A BMW e Mini assinaram um memorando de entendimento com Alibaba, no qual a Mini, marca do grupo BMW, terá no TMall.com uma plataforma para venda dos seus modelos na China.

 

Através da sua loja virtual TMall, a Mini compromete-se a vender primeiro os seus novos modelos e só mais tarde aos concessionários, enquanto a Alibaba Automotive ajudará no desenvolvimento e gestão de serviços da plataforma.

 

Por outro lado, a Jaguar Land Rover assinou um memorando semelhante com a Alibaba, sendo que a empresa chinesa vai ajudar as marcas britânicas na análise de dados em actividades de comércio electrónico e assistência ao cliente através da internet na China.

 

Na semana passada, a Alibaba Automotive assinou um acordo com a Shanghai GM, a empresa mista entre a General Motors e o maior fabricante estatal da China, a Corporação Industrial Automobilística de Xangai (SAIC), para colaborar em produtos de financiamento, pós-venda e análise de 'big data'.

 

Em Março, a Alibaba também assinou com a própria SAIC, que também é o sócio no país do grupo Volkswagen, um acordo para construir carros com ligação à internet.

 

Em 2014, foram vendidos 120.000 veículos através do TMall, enquanto a Alibaba Automotive tem alianças com quase 50 marcas e 10.000 concessionários, oferecendo serviços a cerca de 60 milhões de condutores chineses.

Lusa/SOL

Os comentários estão desactivados.