Economia

Herdade da Comporta está oficialmente à venda

O Tribunal do Luxemburgo informa que o processo de venda dos activos da Herdade da Comporta do antigo Grupo Espírito Santo (GES) arrancou oficialmente esta quarta-feira.

De acordo com o site criado pelo sistema judicial luxemburguês para divulgar informações relacionadas com as insolvências das empresas do GES, as ofertas não vinculativas pela Comporta deverão ser apresentadas até meados de Junho. 

A Herdade da Comporta é um dos activos mais emblemáticos do antigo grupo de Ricardo Salgado. 

Segundo o tribunal luxemburguês, estão duas operações em curso: a participação de 59% que a Rioforte detém na sociedade Herdade da Comporta e no fundo que gere o projecto turístico da Herdade.

“Os processos de venda das participadas da Rioforte - na sociedade Herdade da Comporta – Actividades Agro Silvícolas e Turísticas e no fundo imobiliário Herdade da Comporta FEIIF – foram iniciados”, lê-se no comunicado divulgado hoje. 

O BESI é o assessor financeiro e PLMJ – Sociedade de Advogados é o conselheiro jurídico para os dois processos. “Os processos são supervisionados por uma terceira entidade independente”, acrescenta. 

“Os contactos com os potenciais investidores estão agendados para meados de Maio e as ofertas não vinculativas deverão ser apresentadas até meados de Junho de 2015”.

As vendas decorrem em separado, pelo que não é lícito que a posição no Fundo e a participação na sociedade sejam adquiridos pelo mesmo investidor.

O Jornal de Negócios noticiou hoje que as contas do fundo que gere a Comporta têm várias reservas. A auditora Ernest & Young alerta para o risco de a Herdade perder cerca de 20 milhões de euros com a exposição a participadas. E avisa: sem comprador e financiamento a Herdade da Comporta entra em “liquidação imediata”.

sandra.a.simoes@sol.pt