Desporto

Scolari está outra vez desempregado

O arranque em falso no campeonato brasileiro obrigou Luiz Felipe Scolari a apresentar a sua demissão do cargo de treinador do Grêmio de Porto Alegre. Um empate caseiro com o Ponte Preta (3-3) e uma derrota no reduto do Coritiba (2-0) levaram o antigo seleccionador português a "fechar um ciclo" no emblema gaúcho.


"Felipão não é mais treinador do Grêmio. Ele pediu demissão hoje pela manhã. Entendeu que seu ciclo e sua capacidade de avançar no elenco estavam concluídas. O Grêmio aceitou o seu pedido", explicou Romildo Bolzan, presidente do clube, em conferência de imprensa.

Após o fracasso na liderança do Brasil no Mundial-2014 – a Canarinha ficou-se pelo quarto lugar –, Scolari retomou a carreira no emblema do estado brasileiro do Rio Grande do Sul.

No regressa a um clube onde conquistou a Taça Libertadores (1995) e se sagrou campeão brasileiro (1996), o técnico brasileiro, de 66 anos, não foi feliz: em 51 jogos somou 26 vitórias, 12 empates e 13 derrotas.

Na última temporada ficou-se pelo sétimo lugar e neste arranque de época não resistiu aos maus resultados.

hugo.alegre@sol.pt

Os comentários estão desactivados.