Internacional

Hackers obrigam aviões a ficar em terra na Polónia

Um ataque informático lançou o caos no aeroporto de Varsóvia, na Polónia, este domingo. Dez voos da companhia LOT foram cancelados, outros 12 tiveram de ser adiados e no total mais de 1.400 pessoas foram afectadas.


Os hackers não entraram nos sistemas informáticos dos aviões, mas bastou atingirem os computadores do aeroporto que fazem os planos de voo para que as ligações e a segurança dos passageiros estivessem ameaçadas. 

Companhia LOT diz que o seu equipamento é ‘topo de gama’ e deixa o aviso ao sector

A situação informática foi resolvida no domingo à noite, mas nessa altura já tinham sido cancelados dez voos e muitas pessoas aguardavam pelo voo. A LOT admitiu que alguns passageiros teriam de passar a noite em Varsóvia, sendo o alojamento garantido pela companhia.

O porta-voz da LOT, Adrian Kubicki, explicou também à imprensa que o equipamento informático usado pela empresa é “topo de gama”, pelo que este ataque “pode ser uma ameaça potencial para outros na indústria”, estando todo o sector vulnerável a hackers. Kubicki garantiu que o Aeroporto Frédéric Chopin, de Varsóvia, não foi afectado na sua generalidade, nem os aviões que já estavam no ar.

emanuel.costa@sol.pt