Internacional

Morreu o ‘Schindler britânico’

Nicholas Winton morreu esta quarta-feira, aos 106 anos. Era considerado o ‘Schindler britânico’ por ter ajudado centenas de crianças durante o Holocausto.


Este britânico resgatou 669 crianças judias da antiga Checoslováquia durante a Segunda Guerra Mundial, através de uma operação que ganhou o nome Kindertransport (transporte de crianças). 

Durante um ano, as crianças foram transportadas da Checoslováquia para o Reino Unido. Em muitos casos, estas crianças, que ficavam em pensões ou casa de acolhimento, foram as únicas sobreviventes das suas famílias. 

A operação realizada por Nicholas Winton só foi revelada 50 anos depois e, em 2014, foi premiado com a Ordem do Leão Branco, a maior da agora República Checa. Em 1983, foi nomeado membro da Ordem do Império Britânico pela instalação de asilos da sociedade Abbeyfield na Grã-Bretanha e, em 2002, elevado a cavaleiro pela rainha Elizabeth II.

Em 1988, a BBC emitiu um programa para o qual Winton foi convidada. Qual não foi a sua surpresa quando descobriu, durante a emissão, que a plateia era composta por dezenas das crianças que salvou. Vale a pena ver o vídeo.

 

Os comentários estão desactivados.