Sociedade

Menino que morreu em acidente com porta estava a brincar numa casa que a mãe ia alugar

A criança de três anos que, na passada terça-feira morreu num acidente com uma porta de ferro, estava a brincar numa casa que a mãe queria arrendar.


Segundo o Correio da Manhã, a mãe estava a visitar um andar, em Marvila (Lisboa), com uma outra mulher quando se deu o acidente, por volta das 22h30.

O menino estava a brincar na casa com mais duas crianças, que tinham sido levadas pela mulher que mostrava o apartamento. Rúben chocou com uma porta de ferro que estava solta, quando estava a brincar pela casa. A porta caiu-lhe em cima, atingindo a sua cabeça. As outras crianças assistiram ao acidente, adianta o CM.

“Eu ouvi um estrondo muito grande e percebi que alguma coisa em ferro tinha caído. E assustei-me com os gritos aflitivos do menino”, afirmou uma vizinha ao diário.

O INEM foi chamado à casa por volta das 22h30 e, quando chegaram, a criança já se encontrava em paragem cardiorrespiratória. Apesar das tentativas de reanimação, o óbito foi declarado no local, depois das 23h.

A mãe de Rúben também teve de ser assistida por estar em choque. A mesma vizinha diz ter ouvido os gritos da mãe, em desespero.

O corpo da criança foi transportado para a morgue do Instituto de Medicina Legal, em Lisboa e a autópsia irá realizar-se hoje.

A PSP já está a investigar as circunstâncias da morte de Rúben.

 

Os comentários estão desactivados.