Internacional

Austrália. Detidos sete jovens que queriam juntar-se ao Estado Islâmico

As autoridades australianas detiveram sete jovens que pretendiam viajar para o Médio Oriente para se juntarem ao grupo Estado Islâmico, informou hoje o primeiro-ministro, Tony Abbott.


"Não vou comentar um assunto operacional. Somente direi que as nossas forças de controlo de fronteiras estão vigilantes, as nossas unidades antiterroristas que operam em todos os aeroportos internacionais fazem um trabalho importante, e recentemente fizeram-no de modo significativo", disse Abbott.

O diário Daily Telegraph publicou hoje que cinco australianos foram detidos a 12 de agosto no aeroporto de Sydney, quando alegadamente tentavam viajar para o Iraque ou Síria, para se juntarem à milícia 'jihadista'.

Os restantes foram detidos noutra operação, segundo a emissora local ABC.

As autoridades australianas acreditam que 39 'jihadistas' australianos já morreram em combate no Médio Oriente.

Lusa/SOL

Os comentários estão desactivados.