Desporto

Rui Vitória. Goleada ao Estoril não retirou ‘racionalidade’ à equipa

O treinador do Benfica afirmou hoje que a goleada ao Estoril-Praia, no arranque da I Liga portuguesa de futebol, não retirou "racionalidade" à equipa e frisou que os 'encarnados' ainda têm um caminho a percorrer.


Rui Vitória, que fazia a antevisão da partida com o Arouca, relativa à segunda jornada do campeonato, disse que "o trabalho está a ser feito de forma consistente e segura" e, por isso, mostrou-se avesso a euforias, após o 4-0 imposto aos estorilistas.

"A nossa função, enquanto equipa técnica, é analisar o que correu bem e menos bem, mesmo quando se marca quatro golos. Os quatro golos vêm ajudar muito, porque os jogadores já mereciam, pela qualidade que têm, mas não perdemos a racionalidade de perceber o que está bem e mal", salientou, em conferência de imprensa.

Ainda assim, o técnico referiu que "trabalhar em cima de vitórias traz outra alegria ao trabalho", razão pela qual se mostrou confiante numa vitória diante do Arouca, no domingo, embora realçando as dificuldades que esperam as 'águias'.

"Tenho de enaltecer esta progressão do Arouca. Querem estabilizar-se na I Liga. Este ano, têm outras ambições, agora orientados pelo Lito [Vidigal]. Têm jogadores de qualidade, vai ser um adversário difícil, mas o Benfica tem de ter capacidade para defrontar o Arouca e querer ganhar", afirmou.

Por outro lado, Rui Vitória deixou antever novidades na convocatória, nomeadamente no que diz respeito aos jogadores que têm estado lesionados.

"Os jogadores que estavam mais limitados têm vindo a trabalhar. Logo veremos, quando sair a convocatória. Haverá um ou outro indisponível", adiantou, referindo ainda que o avançado Raúl Jiménez, contratado ao Atlético de Madrid, "já está disponível" para jogar, mas sem revelar se o mexicano fará parte das opções para o encontro com o Arouca.

O técnico benfiquista falou igualmente sobre os últimos dias do 'mercado' de transferências e mostrou-se "preparado" para qualquer situação que venha a alterar o plantel.

"Acho que o 'mercado' deveria fechar mais cedo, mas a realidade é esta. Temos vindo trabalhar de forma consistente e tranquila. A melhor forma de trabalhar é estarmos preparados para qualquer situação. Não me preocupa", afirmou, rejeitando, por outro lado, falar sobre as possíveis contratações dos laterais Fábio Coentrão e Ansaldi.

Benfica e Arouca, que somaram três pontos na primeira jornada, jogam no domingo, a partir das 19:15, no Estádio Municipal de Aveiro, numa partida que será dirigida pelo árbitro Nuno Almeida, do Algarve.

 

Lusa/SOL