Internacional

Destroços encontrados na Ilha de Reunião são mesmo do MH370

Pelo menos um dos destroços encontrados na Ilha de Reunião pertence mesmo ao avião da Malaysia Airlines que desapareceu há mais de um ano com 239 pessoas a bordo, confirmou esta quinta-feira o Ministério Público de França.

AP Photo/Lucas Marie

Uma fragmento da asa do Boeing 777, que realizava o voo MH370 entre Kuala Lumpur e Pequim, foi encontrado no final de Julho e enviado para França, onde se encontrava em análise por vários peritos em aviação.

As autoridades francesas informam agora estar em condições de garantir que a parte da asa, com dois metros de comprimento, encontrada por trabalhadores encarregados de limparem a costa da remota ilha no Oceano índico, pertence ao MH370, que desapareceu sem seixar rasto.

"É possível dizer com segurança que o 'flaperon' descoberto na Ilha de Reunião a 29 de julho pertencia ao voo MH370", informaram os procuradores franceses em comunicado.

Recorde-se que o primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, já tinha afirmado alguns dias depois de serem encontrados os destroços, que eles pertenciam ao avião da Malaysia Airlines.