Desporto

Naldo suspenso preventivamente

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol determinou hoje a abertura de um processo disciplinar a Naldo, do Sporting, remetendo o caso para a Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga, cujo regulamento prevê a suspensão preventiva do jogador.

O defesa brasileiro foi expulso na 10.ª jornada da I Liga por empurrar o treinador do Arouca, Lito Vidigal, e o órgão disciplinar da federação entendeu que há matéria para a abertura de um processo com base no número 1, alínea b do artigo 145.º do Regulamento Disciplinar da Liga, que prevê uma suspensão de dois meses a dois anos para estes casos, embora possa haver atenuantes.

No entanto, o mesmo regulamento, no artigo 37.º, determina que os jogadores ficam automaticamente suspensos preventivamente sempre que são expulsos, mesmo que não haja uma decisão imediata, sendo que a medida provisória não pode exceder os dois jogos.

Se não houver uma decisão da Comissão de Instrução e Inquéritos em tempo útil e favorável ao jogador, Naldo ficará pelo menos de fora do próximo compromisso do Sporting, o dérbi com o Benfica da quarta eliminatória da Taça de Portugal, previsto para o fim de semana de 21 e 22 de novembro.

Lusa/SOL