Sociedade

Depois da sardinha, baixa a quota do robalo e do bacalhau

A Comissão Europeia (CE) divulgou uma proposta de quotas da pesca para Portugal que coloca restrições na captura de algumas das espécies preferidas no país, caso do bacalhau e do robalo.

DR  


Segundo o relatório, a quota reservada à pesca de carapau sobe 15,3%, mas é excepção. As capturas do robalo, do bacalhau, do areeiro, do tamboril e da raia devem descer, diz Bruxelas.

O robalo é o peixe cuja quota mais desce, sendo a captura desta espécie restringida para quase metade. Nos primeiros seis meses do ano, aliás, pescar robalo está interdito aos pescadores portugueses; no semestre seguinte apenas será permitido pescar uma tonelada por mês. 

A distribuição baseia-se em pareceres científicos sobre as populações das espécies piscícolas em questão. No relatório, a CE alerta para os níveis críticos de alguns peixes, nomeadamente o bacalhau.

A proposta será discutida a 14 de dezembro pelos 28 ministros das pescas.