LifeStyle

Este é um bom motivo para reciclar cápsulas de café

O Banco Alimentar Contra a Fome recebeu 65 toneladas de arroz, resultado da reciclagem de cápsulas de café. O programa ‘Reciclar é Alimentar’ é um projeto nacional, criado pela Nespresso Portugal em 2010 e que já resultou na doação de 321 toneladas de arroz ao Banco Alimentar, o que equivale a mais de seis milhões de refeições doadas em cinco anos.

 


A marca recolhe as cápsulas usadas e separa o alumínio da borra de café. Enquanto o alumínio segue o seu processo normal de reciclagem, a borra de café é integrada num composto agrícola utilizado para fertilizar terrenos de arroz localizados no Alentejo. O arroz que aqui cresce é depois processado, controlado e embalado por parceiros nacionais, para ser doado ao Banco Alimentar.

“Pelo sexto ano consecutivo, queremos expressar o nosso maior agradecimento à Nespresso que criou um programa de sustentabilidade de raiz, pensado para ajudar o Banco Alimentar Contra a Fome”, refere Isabel Jonet, Presidente da instituição. “Esta iniciativa é um excelente exemplo de como as empresas podem fazer a diferença no plano ambiental e social”, acrescenta.