Sociedade

Estes são os piores países para se ser mãe

Um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) mostra quais os melhores e os piores países para se ser mãe.

A análise é feita com base nas condições dadas às progenitoras durante as licenças de maternidade  – como a duração da mesma, o montante atribuídos e os benefícios dados a quem acabou de ser mãe.

O primeiro lugar é ocupado pela Bulgária, seguida pelo Reino Unido e Eslováquia. Portugal surge na antepenúltima posição.

Veja aqui os 10 países que ocupam as piores posições:

10º - Japão;

9º - Suíça;

8º - Nova Zelândia;

7º - Islândia;

6º - Coreia do Sul;

5º - México;

4º - Suécia;

3º - Portugal;

2º - Austrália;

1º - Estados Unidos da América.

Para ler o relatório da OCDE, clique aqui.