Internacional

A conversa entre Lula e Dilma

Diálogo foi divulgado ontem

AP  

A divulgação de escutas telefónicas do processo Lava-Jato em que Lula é investigado, incluindo o seu telefonema para Dilma, foi justificada pelo juiz do processo, Sérgio Moro, num despacho datado de ontem, 16 de março, em que determina o fim do segredo de justiça no caso.

Dilma Rousseff manifestou-se entretanto chocada com a atuação do juiz. Num comunicado, divulgado ontem à noite, a Presidência da República afirmou que a divulgação do conteúdo do telefonema entre a Dilma e Lula da Silva é uma "afronta" aos seus direitos e garantias, além de uma "flagrante violação da lei e da Constituição da República, cometida pelo juiz”.

Oiça aqui a conversa