Cultura

NOS Primavera Sound. O calçado que caminha no Parque da Cidade

No terceiro e último dia do festival fazem-se as despedidas de um Parque da Cidade percorrido com uns bons pares de sapatos, ténis ou chinelos. Só assim é que se consegue ouvir tanto concerto

Diana Tinoco
Diana Tinoco
Diana Tinoco
Diana Tinoco
Diana Tinoco
Diana Tinoco
Diana Tinoco

A quinta edição do NOS Primavera Sound viu os passes voarem num ápice, um sinal de que este ano o Porto seria um bom ponto de partida para os festivais de verão que se avizinham.

Abriram-se esta tarde as portas para começar em português (Linda Martini), com o sol a prevalecer - finalmente adeus chuva e vento - lado a lado com o cheiro a pipoca, esse sim já cá anda desde anteontem.

 No primeiro e segundo dia, o público que por aqui passou viu o Parque da Cidade regressar aos anos 60 com Brian Wilson e ser mandado abaixo por Parquet Courts. A coroa de flores ainda está por cá mas, sem uns bons pares de sapatos - o leitor que escolha qual serve melhor as suas pretensões musicais -, seria impensável caminhar estas colinas verdes que tanto exigem de nós.